LIVRO

A verdade no discurso jornalístico: caso Realengo em questão

R$37,00

  • Autor
    Taciana Gacelin Oliveira
  • ISBN
    978-85-9512-049-5
  • Ano
    2017
  • Páginas
    168
  • Gênero
    Acadêmico - Pesquisa, Jornalismo
  • Selo
    Luminária Academia

Descrição

Os meios de comunicação de massa (re)criam a realidade e, muitas vezes, cedem ao público dramatizações dos fatos, o que faz com que a recepção tenha acesso ao que pode provocar choros, risos, tensões, medo. Pode-se perceber que o discurso das mídias é baseado dentro de estratégias que estão imbuídas no fazer jornalístico. O Caso Realengo, como exemplo de construção da narrativa midiática, mostra que um acontecimento, quando inserido nas lógicas das mídias, recebe uma roupagem que é capaz de definir, de direcionar se um fato é importante ou não para a sociedade.
Com isso, não se pretende afirmar, na obra, que o Caso Realengo não é importante e, nem mesmo, inferir que o JN não pauta a verdade. Entretanto, o objetivo é evidenciar que também os jornais, com suas gramáticas, conseguem induzir, criar para a recepção o grau de valor de um determinado acontecimento e, ainda, definir papéis, lugares para envolvidos nos acontecimentos, o que faz com que certos públicos tenham a mesma interpretação conduzida pelas mídias. Este trabalho não é somente um estudo sobre o Caso Realengo, mas sim, uma análise das estratégicas e técnicas que são utilizadas pelos mass media para forjar uma possível realidade.